A geração de força no Taijiquan

A geração de força no Taijiquan (Tai Chi Chuan)

O que torna o Taijiquan (tai chi chuan) especial, o que o diferencia como um estilo e o torna único? Não é simplesmente a aparência lenta e contínua dos seus movimentos, isto é apenas o aspecto externo. O que é singular no Taijiquan (tai chi chuan) é a sua mecânica de geração de força, que é conhecida como força interna. Mas o que é e como se desenvolve força interna?
Força interna significa, em poucas palavras, usar a musculatura profunda de forma coordenada para manter a postura e executar os movimentos. Não há nada de misterioso nisto, e para conseguir desenvolver força interna existe um método definido que deve ser seguido. Três requisitos compoem este método: postura correta do corpo, compreensão correta do método, e treinamento.

Postura correta do corpo

A postura correta do corpo é o ponto central de todo o treinamento do Taijiquan (tai chi chuan), mas é exatamente esta postura que não é possível de ser descrita em palavras. Existem muitas descrições publicadas a respeito inclusive por mestres de gerações passadas, e depois de algum tempo de treinamento sob orientação competente um aluno reconhece que estas descrições são fidedignas. No entanto, todas elas são muito pouco úteis para o aprendizado prático da postura. As razões para isto são muitas, mas as principais são as seguintes:
A postura correta do corpo não parece em nada diferente de uma postura natural, assim não existem características marcantes na aparência que possam ser descritas. Isto é totalmente lógico, visto que o Taijiquan (tai chi chuan) respeita a fisiologia natural do corpo.
A postura em questão envolve um grau muito apurado de precisão – mas quando se fala de precisão em Taijiquan (tai chi chuan), não se está fazendo referência à posição externamente visível das mãos e dos pés, mas sim da precisão do posicionamento interno das articulações. Os ossos devem estar posicionados perfeitamente nos encaixes articulares, de modo que as articulações tenham o máximo possível de liberdade de movimento. Pode-se dizer que a cabeça de um osso deve estar no berço da articulação em que se encaixa. Deste modo, se comparássemos o corpo a uma máquina qualquer, diríamos que na postura correta ele tem o máximo de eficiência na transmissão da força mecânica.

Compreensão correta

A compreensão correta do método de treinamento da força interna complementa a postura correta e permite o desenvolvimento natural da força através do treinamento persistente. O seguinte deve estar perfeitamente claro para o praticante de Taijiquan (tai chi chuan):

Diferenciar causa de consequência e cultivar a causa é um conceito central na compreensão do método de treinamento. Não é possível atingir a consequência diretamente, é um erro tentar cultivar a consequência. Direcione a sua dedicação para realizar as causas, e as consequências aparecerão naturalmente.
Este aspecto do método de treinamento é um exemplo muito importante de aplicação do conceito de yinyang no Taijiquan (tai chi chuan): não se procura obter algo diretamente, mas sim indiretamente, através daquilo que lhe dá origem.
O objetivo de médio e longo prazo da prática é desenvolver força. O objetivo de curto prazo é desenvolver a habilidade de manter a postura correta do corpo. É muito importante que durante a prática o aluno mantenha o foco no objetivo de curto prazo, pois desenvolver força interna é uma consequência do treinemanto, e manter a postura correta do corpo é uma das causas que devem ser cultivadas.

Manter a postura correta do corpo apenas não é suficiente para desenvolver a força interna. Para que isto ocorra, é necessário que enquanto mantém a postura o aluno relaxe todas as partes do corpo o máximo possível. Esta é a segunda causa concorrente para o desenvolvimento da força, e não existem exceções: todo o corpo deve ser relaxado na postura correta, não tente jamais tensionar ou fortalecer qualquer parte do corpo, isto é um erro grave e impede o aprendizado.
Uma explicação da razão de uma forma tão inusitada de obter força se faz útil, apesar de não ser necessária para a prática correta. Por que deve-se relaxar para obter força? Porque a mecânica para gerar força no Taijiquan (tai chi chuan) é diferente da mecânica usual. Para aprender uma nova forma de gerar força, o aluno deve abandonar a forma usual, e isto é feito relaxando o corpo. A origem da força interna está no posicionamento preciso e correto das articulações, e ela aparece naturalmente. Se o aluno tentar obter força diretamente, fazendo força simplesmente, seu corpo inevitavelmente recorrerá à mecânica a que está habituado, à forma usual.

Treinamento

O tempo de treinamento dedicado ao Taijiquan (tai chi chuan) deve ser dividido de forma proporcional. Tradicionalmente diz-se que o treinamento básico não deve passar de metade do tempo de treinamento total, ou seja: se você praticar durante duas horas por dia, divida sua prática da seguinte forma: meia hora praticando zhanzhuang (zhan zhuang), meia hora praticando chansijin, e uma hora praticando a forma.
Se praticando três horas ou mais por dia, dedique uma hora e meia à zhanzhuang e chansijin (somados), e pratique a forma durante todo o tempo restante.
Finalmente, o praticante deve ter consciência de que seu corpo está acostumado a exercer força de um determinado modo, e está estruturado sobre este modo. O processo de modificar a forma de gerar força e a estrutura do corpo leva anos e requer dedicação incondicional e esforço sem medidas.

Comentários

 
O que seria entao o jin, e o fa jin? Mero uso de “tendoes profundos”?
— Rafael

Não penas o uso de tendões profundos. No contexto de força, jin significa força interna, ou seja: o uso de todo o corpo (inclusive dos tendões e músculos profundos) de um modo coordenado específico para gerar força; e fajin significa literalmente deixar sair a força, ou seja, usar a força de modo explosivo. O mais importante é que se trata do uso coordenado de todos os músculos. Esta coordenação é feita de um modo específico deste estilo marcial, segue o princípio de movimento e é treinada no chansijin e nas formas.

Com relação ao princípio do Taiji, yin-yang, podemos dizer que em termos práticos da movimentação do corpo no Taijiquan (tai chi chuan) ele se aplica como tensão-relaxamento?
— Dagmar

Pode-se sim analisar os estados de tensão e relaxamento como um par yinyang, desde que estejamos falando de tensão e relaxamento no sentido correto por assim dizer. Com correto quero dizer que o termo tensão, para ser encarado desta maneira, deve estar se referindo à tensão natural, fisiológica, de um grupo muscular sendo utilizado conforme a técnica correta. O mesmo se aplica ao termo relaxamento neste contexto. Tenhamos em mente que o significado das palavras tensão e relaxamento muda conforme a prática se aprofunda.